fbpx
psicologia online

Sessões de psicologia online são eficazes?

Sessões de psicologia online são eficazes?

O atendimento de psicologia online também chegou ao divã em mais uma facilidade da tecnologia a serviço da saúde. Uma iniciativa positiva e que ajuda a atenuar os impactos do coronavírus na sociedade.

O atendimento online facilita o trabalho dos (as) psicólogos, muito necessário neste momento de pandemia, com implicações emocionais da quarentena e de aspectos comportamentais como a depressão devido ao isolamento.

A prestação de serviços psicológicos com o uso de tecnologias da informação e da comunicação é regulamentada pelo Conselho Federal de Psicologia por meio da Resolução nº 011/2018, que autoriza a oferta de serviços, além de aplicação de testes.

Desde então, os profissionais estão autorizados a usar plataformas virtuais — como Skype, WhatsApp e Hangouts — para atender seus pacientes. E sem restrição de assunto ou limite de tempo e sessões.

As sessões de psicologia online realmente funcionam?

Há quem veja vantagens com o serviço online, pois o usuário pode recorrer a mais esta facilidade quando estiver viajando ou morando em um lugar distante, em qualquer lugar e em horários flexíveis.

Facilita também, a vida de pessoas com dificuldades de locomoção, com algum tipo de deficiência ou por estarem acamadas, psicologicamente doentes ou aquelas que não podem sair de casa, pois são responsáveis por pessoas idosas ou crianças. Algumas sentem-se mais relaxadas e seguras estando em um ambiente familiar.

Embora algumas pessoas ainda não se sintam completamente seguras em fazer sessões de terapia remotamente, pode-se dizer que sim, elas são eficazes!

Porém, para isso, as sessões de psicologia online exigem cuidados especiais, entre eles:

  1. O Conselho Federal de Psicologia ressalta que é inadequado o atendimento online de casos onde é necessário intervenções por profissionais e equipes de forma presencial como, por exemplo, pessoas e grupos em situação de urgência e emergência.
  2. É vedado em situação de violação de direitos ou de violência;
  3. Os serviços psicológicos online oferecidos à pessoas com deficiência deverão respeitar as especificidades e adequação de métodos e instrumentos, conforme a legislação vigente.
  4. Em relação ao atendimento de crianças e adolescentes, o profissional deverá avaliar a sua viabilidade, e só será permitido com o consentimento expresso de ao menos um dos responsáveis legais;

Existem desvantagens?

Apesar dos benefícios, alguns psicólogos apontam ressalvas em relação à tecnologia, entre elas, a de perder a entonação da voz com que o paciente se expressa no atendimento por chats ou trocas de mensagens, da observação gestual ou comunicação interrompida repentinamente, atrapalhando o desenvolvimento da sessão.

Quais cuidados tomar antes de fazer uma sessão de psicologia online?

Antes de buscar por um atendimento de psicologia online, é preciso tomar algumas precauções:

  • Certificar-se de que ele está inscrito no Cadastro Nacional de Psicólogos, do CFP;
  • Apurar se existem queixas contra o aplicativo em sites de reclamações contra empresas, caso do Reclame Aqui e do Proteste;
  • Escolher uma plataforma que zele pelo sigilo dos dados do paciente;
  • Evite locais públicos, como cafés e bibliotecas e use computador ou celular pessoal;
  • De preferência, escolha uma boa operadora de internet, para que o sinal não fique caindo toda a hora, atrapalhando a comunicação entre o profissional e o paciente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *