fbpx

Sessões de psicologia online são eficazes?

O atendimento de psicologia online também chegou ao divã em mais uma facilidade da tecnologia a serviço da saúde. Uma iniciativa positiva e que ajuda a atenuar os impactos do coronavírus na sociedade.

O atendimento online facilita o trabalho dos (as) psicólogos, muito necessário neste momento de pandemia, com implicações emocionais da quarentena e de aspectos comportamentais como a depressão devido ao isolamento.

A prestação de serviços psicológicos com o uso de tecnologias da informação e da comunicação é regulamentada pelo Conselho Federal de Psicologia por meio da Resolução nº 011/2018, que autoriza a oferta de serviços, além de aplicação de testes.

Desde então, os profissionais estão autorizados a usar plataformas virtuais — como Skype, WhatsApp e Hangouts — para atender seus pacientes. E sem restrição de assunto ou limite de tempo e sessões.

As sessões de psicologia online realmente funcionam?

Há quem veja vantagens com o serviço online, pois o usuário pode recorrer a mais esta facilidade quando estiver viajando ou morando em um lugar distante, em qualquer lugar e em horários flexíveis.

Facilita também, a vida de pessoas com dificuldades de locomoção, com algum tipo de deficiência ou por estarem acamadas, psicologicamente doentes ou aquelas que não podem sair de casa, pois são responsáveis por pessoas idosas ou crianças. Algumas sentem-se mais relaxadas e seguras estando em um ambiente familiar.

Embora algumas pessoas ainda não se sintam completamente seguras em fazer sessões de terapia remotamente, pode-se dizer que sim, elas são eficazes!

Porém, para isso, as sessões de psicologia online exigem cuidados especiais, entre eles:

  1. O Conselho Federal de Psicologia ressalta que é inadequado o atendimento online de casos onde é necessário intervenções por profissionais e equipes de forma presencial como, por exemplo, pessoas e grupos em situação de urgência e emergência.
  2. É vedado em situação de violação de direitos ou de violência;
  3. Os serviços psicológicos online oferecidos à pessoas com deficiência deverão respeitar as especificidades e adequação de métodos e instrumentos, conforme a legislação vigente.
  4. Em relação ao atendimento de crianças e adolescentes, o profissional deverá avaliar a sua viabilidade, e só será permitido com o consentimento expresso de ao menos um dos responsáveis legais;

Existem desvantagens?

Apesar dos benefícios, alguns psicólogos apontam ressalvas em relação à tecnologia, entre elas, a de perder a entonação da voz com que o paciente se expressa no atendimento por chats ou trocas de mensagens, da observação gestual ou comunicação interrompida repentinamente, atrapalhando o desenvolvimento da sessão.

Quais cuidados tomar antes de fazer uma sessão de psicologia online?

Antes de buscar por um atendimento de psicologia online, é preciso tomar algumas precauções:

  • Certificar-se de que ele está inscrito no Cadastro Nacional de Psicólogos, do CFP;
  • Apurar se existem queixas contra o aplicativo em sites de reclamações contra empresas, caso do Reclame Aqui e do Proteste;
  • Escolher uma plataforma que zele pelo sigilo dos dados do paciente;
  • Evite locais públicos, como cafés e bibliotecas e use computador ou celular pessoal;
  • De preferência, escolha uma boa operadora de internet, para que o sinal não fique caindo toda a hora, atrapalhando a comunicação entre o profissional e o paciente.

Por que você deve se consultar com um nutricionista?

Muitas pessoas só lembram da importância do nutricionista quando os números da balança avançam e bate o desespero na hora de perder peso. Pois este é um profissional que deve ser consultado com regularidade, e não somente em casos extremos, quando a saúde do corpo e a qualidade de vida estão afetados pelo excesso de quilos a mais.

Na prática, o nutricionista está habilitado a elaborar com todo o cuidado um planejamento alimentar capaz de suprir a necessidade de nutrientes que cada indivíduo, homem ou mulher, necessita para sobreviver.

A consulta é importante porque este profissional tem conhecimento apropriado e sabe exatamente tudo sobre as refeições que colocamos no prato e os efeitos produzidos no nosso organismo. Mas, para elaborar uma dieta, é preciso investigar o estado de saúde do paciente, estilo de vida e hábitos alimentares.

O que colocar no prato?

O nutricionista promove a educação alimentar, ensina como combinar os alimentos, o que deve ser priorizado e evitado. Ao paciente deve ser dado escolhas na hora de montar o cardápio (colorido, rico e diversificado), conforme as necessidades do dia a dia.

Antes disto é preciso fazer uma análise da saúde, incluindo medições de peso, altura, quantidade de gordura e massa muscular. E, ainda, exames de sangue e de urina. É bom lembrar que o profissional pode ser consultado em todas as fases da vida, e não somente na adulta, e a frequência varia de pessoa para pessoa.

O cardápio ideal é colorido, rico e diversificado

Benefícios para a saúde

Consultar um nutricionista para reeducar a alimentação traz diversos benefícios à saúde. Podemos citar como exemplo:

Viver mais e melhor: ter uma alimentação saudável significa uma expectativa de vida cada vez maior, diminuindo o risco de infartos, doenças crônicas, diabetes, hipertensão e o câncer. Nas crianças promove o crescimento saudável a fim de suprir as necessidades do cálcio e do ferro;

Excesso de peso: seguir as orientações do nutricionista pode eliminar a gordura extra e ensinar a comer direito;

Mais energia: o equilíbrio da alimentação torna a pessoa mais produtiva e dinâmica, com disposição e autoestima elevada. Até mesmo na hora de praticar esportes, pois o corpo responde com mais resultados, atingindo um melhor desempenho e condicionamento físico;

Saúde na terceira idade: com o envelhecimento, o organismo da pessoa idosa pode apresentar necessidade de ferro ou cálcio.

Mais vantagens

Uma alimentação adequada traz uma série de vantagens em várias etapas da nossa vida, do nascimento ao envelhecimento. Uma mulher grávida precisa de atenção especial, pois o estado nutricional materno pode interferir no crescimento e desenvolvimento do feto.

Os nutrientes são fundamentais para evitar o surgimento de doenças como obesidade, diabetes gestacional e má formação do feto.

Você sabia que

Segundo o Ministério da Saúde, 40% dos cânceres e 80% das doenças cardíacas, acidentes vasculares cerebrais e diabetes tipo II podem ser evitados a partir de uma dieta saudável;

Propriedades anti-inflamatórias dos alimentos promovem o aumento da resposta imune, fundamental na proteção contra infecções;

Pele com acne, queda de cabelo e unhas quebradiças podem ser sinal de deficiência nutricional. O acompanhamento do profissional e a alimentação balanceada podem atenuar, e bastante, o problema.