fbpx
o que é o exame do cotonete

Exame do cotonete: o que é e para que serve?

Exame do cotonete: o que é e para que serve?

Streptococcus é conhecido como uma bactéria que pode estar presente de forma natural no trato gastrointestinal, urinário e na vagina das mulheres. Muitas vezes, ela é inofensiva, mas em outras ela pode ser capaz de colonizar a vagina e trazer sérios riscos, especialmente durante a gestação. Nestes casos, é essencial a realização do exame do cotonete.

Mas afinal de contas, do que se trata o exame do cotonete? Para que ele serve? Se você tem dúvidas sobre este assunto, continue a leitura que a gente irá te esclarecer.

O que é e para que serve o exame do cotonete?

exame do cotonete
Saiba quando realizar o exame do cotonete. | Imagem: Tua Saúde

Como foi dito anteriormente, a bactéria Streptococcus é responsável por problemas graves durante a gestação, podendo ser a causa de meningite, pneumonia e, em alguns casos, infecções generalizadas que podem ser até fatais.

Por isso, as gestantes são submetidas a um exame laboratorial para que a presença da bactéria possa ser identificada. Tal exame é popularmente conhecido como exame do cotonete.

Através do exame do cotonete, que é realizado no laboratório, é possível identificar se há presença da bactéria e qual a sua quantidade.  Para isso, há a coleta do material com a utilização de um swab na vagina e no ânus da mulher, para que assim possa ser identificada com facilidade.

Após a coleta, os swabs são encaminhados para o laboratório para análise, e o resultado então pode sair dentro de 24 a 48 horas. 

Quando realizá-lo?

Bom, agora você já sabe do que se trata o exame do cotonete e que ele é de extrema importância para evitar a transmissão da bactéria para o seu bebê.

Porém, tão importante quando isso, é saber quando você deve realizá-lo. Veja bem: o exame do cotonete deve ser realizado entre a 35ª e a 37ª semana gestacional seguindo o pedido do médico obstetra.

Em caso de resultado positivo, a mulher deverá tomar antibióticos para conter a proliferação da bactéria, sendo administrado 4 horas antes do parto normal (tempo ideal para que o remédio faça efeito no organismo).

Caso a gestante opte pela cesárea, o uso do antibiótico pode não ser necessário, uma vez que o bebê não terá contato com o canal vaginal da mamãe. No entanto, existem alguns profissionais que ainda assim receitam o uso como forma de prevenção.

Bom, esperamos que com o nosso conteúdo de hoje você tenha conseguido compreender do que se trata o exame do cotonete e qual é a importância de realizá-lo durante a gestação. 

Porém, nunca se esqueça que o acompanhamento de um bom médico obstetra é o ideal para garantir que sua saúde ou a de seu bebê sejam afetadas. Para isso, caso esteja em busca de um bom profissional, tenha certeza que através do app Sarar você irá encontrar diversas opções com muita facilidade, segurança e economia nas consultas. Acesse o nosso site e saiba mais!

No mais, se quiser continuar acompanhando mais dicas e informações de saúde como essa, basta ficar de olho em nosso blog. Te esperamos por aqui nos próximos posts!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *