fbpx
o que é linfopenia

Linfopenia no exame de sangue: o que significa?

Linfopenia no exame de sangue: o que significa?

Se você realizou um exame de sangue recente que apontou linfopenia em seus resultados, muito provavelmente você está assustado(a) e em busca de resultados sobre o que isso significa, correto?

Bom, de antemão já queremos te adiantar que essa é uma situação relativamente comum e de fácil tratamento (a depender da sua causa). No entanto, nós criamos esse post para você poder ficar por dentro de tudo que se diz respeito ao assunto. Basta continuar a leitura para conferir!

O que é linpofenia?

Linfopenia, também conhecida como linfocitopenia refere-se a uma condição onde há um baixo nível de linfócitos no sangue, correspondendo aos valores inferiores a 1500 células por microlitro em jovens, 1.000 em adultos e 800 em adultos maiores.

Vale dizer que os linfócitos são conhecidos como glóbulos brancos que exercem uma função essencial para o nosso sistema imunológico, fazendo com que seus níveis abaixo do esperado cause um sinal de alerta.

Essa condição pode estar associada também à pancitopenia, que é quando há uma redução no número total de células no sangue.

Quais são as classificações da linpofenia?

do que se trata a linfopenia
Informações sobre a linfopenia. | Imagem: Tua Saúde

Existem três tipos de classificações da linfopenia, sendo eles:

  • Linfocitopenia T: é quando há uma redução de linfócitos T, mas com números normais dos outros linfócitos. Isso é causado geralmente pelo HIV (aids) ou através da quimioterapia;
  • Linfocitopenia B: aqui diz respeito quando há redução de linfócitos B, mas com números normais de outros linfócitos. Sua causa é, na grande maioria das vezes, associada ao uso de remédios que suprimem o sistema imunológico;
  • Linfocitopenia NK: por fim, essa condição refere-se aos casos em que há pouca quantidade de linfócitos NK, mas com números normais de outros linfócitos. No entanto, essa é uma condição rara de acontecer.

Há ainda a condição em que os três linfócitos estão reduzidos, sendo assim, não há nenhuma nomenclatura ou classificação adicional, tendo causas diferentes das que listamos anteriormente. Veja a seguir.

O que causa essa alteração no exame?

Bom, agora você já deve ter entendido do que se trata a linfopenia. Porém, para uma avaliação ampla do assunto, você deve ficar por dentro também das causas dessa alteração. Confira na lista a seguir umas das principais causas da linfopenia:

  • Infecção viral recente: essa é considerada a causa mais comum dessa alteração, podendo ser uma gripe ou uma monocleose;
  • Outras infecções, como: tuberculose, sepse, febre tifoide e hanseníase
  • Desnutrição proteico-calórica ou deficiência de zinco: como o que ocorre em pacientes com má-absorção intestinal, diarreia crônica ou dieta insuficiente;
  • Medicações: use de alguns remédios como os imunossupressores podem acabar acarretando a alteração no exame;
  • Doenças autoimunes, como: artrite reumatoide, lúpus miastenia grave e outras.

Sinais e sintomas da linfopenia

Em relação aos sinais e sintomas dessa condição de saúde, vale dizer que não existe nenhum sintoma que seja atrelado a ela. No entanto, se não for diagnosticada e tratada, a linfopenia pode acabar causando vulnerabilidade às infecções e câncer ao paciente.

Tratamento da linfopenia

Como foi dito anteriormente, a linfopenia está associada a diversas causas. Por isso, para determinar qual é o melhor tratamento, você precisa primeiro encontrar o que a acarretou.

Para isso, a consulta com um profissional de saúde é extremamente importante, uma vez que somente ele poderá fechar o diagnóstico e determinar o melhor tratamento para o seu caso.

Através do app Sarar você encontra diversos profissionais para lhe auxiliar. Acesse: www.sarar.com.br e saiba mais!

No mais, esperamos que você possa ter entendido as principais questões sobre o assunto. Em caso de dúvidas, não deixe de comentar aqui que nós te esclareceremos.

Ah, e se porventura você quiser continuar acompanhando assuntos como esse, basta ficar de olho aqui em nosso blog. Até os próximos posts!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *