fbpx
doenças bacterianas

Doenças bacterianas X virais: quais são as diferenças

Doenças bacterianas X virais: quais são as diferenças

É muito comum a confusão entre o que são as doenças bacterianas e o que são as doenças virais. Para acabar com essa dúvida de uma vez por todas, vamos explicar aqui, as principais diferenças!

As doenças bacterianas

Em primeiro lugar é preciso saber sobre os aspectos relacionados à medicação. Os antibióticos geralmente matam as bactérias, microrganismos unicelulares que se proliferam em muitos tipos diferentes de ambientes. Elas são diversas e podem ter uma grande variedade de formas e recursos estruturais.

Porém, o uso inadequado de medicação ajudou a criar doenças resistentes ao tratamento e algumas variedades de bactérias vivem em extremos de frio ou calor e lixo radioativo. Outras, nos intestinos das pessoas, onde ajudam a digerir os alimentos. Elas podem se reproduzir por conta própria.

Registros fossilizados mostram que existem bactérias há cerca de 3,5 bilhões de anos. A maioria é inofensiva e algumas realmente ajudam na digestão dos alimentos, destruindo micróbios causadores de doenças, lutando contra as células cancerosas e fornecendo nutrientes essenciais. Menos de 1% causam doenças nas pessoas, mas há exceções, como infecções da garganta, do trato urinário, tuberculose, meningite, tétano, etc.

Muitas infecções bacterianas são contagiosas, o que significa que podem ser transmitidas de pessoa para pessoa. Isso pode ocorrer de muitas maneiras, incluindo toque e beijo, contato com os fluidos corporais de uma pessoa infectada, principalmente após contato sexual ou quando a pessoa tosse ou espirra, e superfícies contaminadas, como maçanetas ou torneiras.

Além de picada de inseto e consumo de água contaminada. Os sintomas duram de 10 a 14 dias e continuam a piorar em vez de melhorar. A febre é mais alta do que normalmente observada em um resfriado.

Doenças virais

Ao contrário das bactérias, os vírus não sobrevivem sem um hospedeiro. Eles só podem se reproduzir ligando-se às células, reprogramando-as para produzir novos vírus até que se rompam e morram.

Em outros, transformam células normais em malignas ou cancerosas. Os vírus, por sua vez, são ainda menores do que as bactérias e precisam necessariamente de hospedeiros vivos (pessoas, plantas ou animais) para se multiplicarem.

Caso contrário, não podem sobreviver. Assim como as infecções bacterianas, as virais também são contagiosas, podendo ser transmitidas de maneiras semelhantes às bacterianas e causando doenças como gripe, gastroenterite, catapora, sarampo, meningite, HIV, hepatite, Zika e Covid-19.

Tratamento

Os antibióticos não são eficazes contra os vírus. As vacinas foram desenvolvidas desde o início do século 20 e reduziram drasticamente o número de novos casos de doenças virais, como poliomielite, sarampo e varicela. Além disso, podem prevenir infecções como gripe, hepatite A, hepatite B, papilomavírus humano (HPV) e outros.

Diagnóstico

Em alguns casos, é difícil determinar se uma doença é viral ou bacteriana porque podem ser causadas por ambos (caso da meningite, pneumonia e diarreia). Somente o médico pode determinar a causa ao fazer um exame físico. Se necessário, também pode solicitar um teste de sangue ou urina para ajudar a confirmar o diagnóstico.

Meu resfriado é por doenças bacterianas ou virais?

Um resfriado pode causar nariz entupido ou coriza, dor de garganta e febre baixa, mas um resfriado é bacteriano ou viral?

O resfriado comum é causado por vários vírus diferentes. Não há muito que você possa fazer para tratar, exceto esperar e usar medicamentos de venda livre para ajudar a aliviar seus sintomas. Em alguns casos, uma infecção bacteriana secundária pode se desenvolver durante ou após um resfriado, evoluindo para sinusite, problema no ouvido e pneumonia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *