fbpx
causas-formigamento

Formigamento: o que pode ser de acordo com a região do corpo?

Formigamento: o que pode ser de acordo com a região do corpo?

Uma coisa é fato: todo mundo já teve a sensação de formigamento ao menos uma vez na vida. E isso ocorre geralmente devido a uma compressão do nervo na região, ocasionado pela falta de oxigênio ou por problemas no nervo ou no sistema nervoso central.

O formigamento tende a ser um problema passageiro e que mostra melhora com a movimentação do membro e/ou após massagens locais. Entretanto, é preciso ter atenção pois se a sensação não passar dentro de minutos, pode ser indicativo de problemas de saúde como: má circulação, AVC, hérnia de disco e diabetes, sendo necessário a consulta com um médico para avaliação do seu caso.

Criamos esse post para que você saiba o que o formigamento pode indicar de acordo com cada região de corpo para auxiliar na identificação dos sintomas. Confira a seguir.

Saiba como identificar os tipos de formigamento

Saber quais são os sinais e sintomas das condições de saúde que provocam formigamento são essenciais para que você saiba quando deve ou não procurar ajuda médica. Veja a lista abaixo:

Mau posicionamento do corpo

Ficar muito tempo sentado, deitado ou parado na mesma posição é uma das principais causas do formigamento, especialmente quando você está com as pernas cruzadas ou com peso sobre o membro comprimido. Quando isso acontece, movimente-se e faça alongamentos para que a sensação passe o mais breve possível.

Hérnia de disco

A hérnia de disco é uma condição que provoca o desgaste na articulação da coluna, causando dormência na coluna que pode irradiar até as pernas e dedos dos pés. Para evitar o aparecimento da doença e dos sintomas, cuide da hérnia e faça acompanhamento com profissionais especializados.

Diabetes

A diabetes é uma doença que pode provocar má circulação no sangue, principalmente nas extremidades do corpo (pés e mãos), sendo a causa dos formigamentos. Para controlar este sintoma, mantenha as consultas médicas em dia e siga rigorosamente o tratamento indicado.

Síndrome do Túnel do Carpo

Essa doença provoca compressão de um nervo que passa pelo punho e causa sintomas como: dormência, formigamento e sensação de agulhadas na mão e nos dedos que pioram durante a noite. Para alívio dos sintomas, busque usar munhequeira de imobilização do pulso, fazer alongamentos no local e buscar atendimento médico para que o melhor tratamento seja iniciado.

AVC

O AVC provoca sintomas como: fraqueza muscular em um dos lados do corpo, formigamento, dificuldade para falar e tonturas. Então se você desconfia que está sofrendo um Acidente Vascular Cerebral, procure imediatamente uma urgência médica para ser examinado, afinal, sintomas não tratados podem deixar sequelas graves ou até mesmo ser fatal.

Falta de Vitamina B12, cálcio, potássio ou sódio

Quando alguns nutrientes estão em falta no organismo, você poderá sofrer problemas decorrentes a falta de circulação, anemia e dificuldade para transmitir impulsos nervosos, o que causa dormência e formigamento. Portanto, para evitar esses sintomas, busque manter uma dieta saudável e equilibrada, ingerindo ao menos 2 copos de leite ou iogurte, 3 frutas e consumindo verduras e legumes nas refeições principais.

Doenças do sistema nervoso

Doenças do sistema nervoso, como a esclerose múltipla, provocam formigamento que são repetitivos e podem afetar um membro do corpo por vez, sendo acompanhados de outros sintomas como: dor nos olhos, perda de parte da visão, tonturas e tremores. Neste caso, procure um médico para identificação da causa do problema e para que o tratamento possa ser iniciado.

Ansiedade e Estresse

A ansiedade e estresse também podem ser desencadeadores do formigamento e neste caso as regiões do corpo mais afetadas são: mãos, braços e língua. Em crises do pânico, o sintoma pode ser acompanhado também de suor frio, palpitações cardíacas e dor no peito e/ou barriga.

Quando isso acontecer, busque um local calmo, respire fundo várias vezes, concentrando-se para regular a sua respiração e melhorar a sua circulação sanguínea. Além disso, faça atividades que controlem o estresse e sempre que necessário busque ajuda profissional.

Síndrome de Guillain-Barré

A síndrome de Guillain-Barré ocorre normalmente após ter uma gripe, dengue ou Zika e pode causar sintomas como dormência, formigamento, fraqueza e dor nas pernas. Em caso de suspeitas da síndrome, vá a um pronto-socorro imediatamente pois com o agravamento dos sintomas a doença pode acabar atingindo os pulmões e até mesmo comprometer a respiração.

Uso de alguns medicamentos

O uso de alguns medicamentos, como aqueles para quimioterapia, AIDS ou o antibiótico metronidazol, podem acabar causando formigamento como um de seus efeitos colaterais. Converse com seu médico para ver a possibilidade da troca de medicamento ou para avaliar o que pode ser feito para que os sintomas sejam aliviados.

Excesso de bebida alcóolica

A ingestão em excesso de bebida alcóolica pode acabar provocando danos nos nervos das extremidades do corpo, o que pode causar câimbras e formigamentos nos pés e nas mãos. Neste caso, o ideal é reduzir o consumo e realizar um check-up para analisar se há algum outro comprometimento na saúde.

Mordidas de animais

A mordida de alguns animais (cães, gatos, cobras ou aranhas) pode acabar causando formigamento no local. Neste caso, observe a presença de outros sintomas como: queimação, inchaço, tremores, febre ou pus no local, uma vez que estes são indicadores de infecções ou doenças como a raiva, para que sejam relatados ao médico.

E aí, conseguiu compreender quais são as causas do formigamento e o que deve ser feito em cada uma das situações? Esperamos que sim! Caso tenha ficado com alguma dúvida referente a este assunto, basta comentar aqui que nós te esclarecemos.

E se você quiser encontrar um bom profissional para avaliação do seu caso, não deixe de conhecer o app Sarar. Através dele você encontra diversas especialidades médicas com facilidade, segurança e o melhor: excelente custo x benefício. Clique aqui e saiba mais!

No mais, te esperamos por aqui em nossos próximos posts para mais dicas de saúde e bem-estar. Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *