fbpx

Hipotireoidismo: quais são as causas, como diagnosticar e tratar?

O hipotireoidismo é uma condição quando as glândulas da tireoide não consegue produzir hormônios suficientes para suprir as necessidades do seu organismo. Com isso, o paciente começa a apresentar sintomas que vão desde o ganho de peso inexplicável, fadiga excessiva, prisão de ventre, queda de cabelo e até mesmo a depressão.

Mas afinal… Você sabe quais são as causas, diagnóstico e tratamento da doença? É sobre isso que iremos falar aqui nesse post. Confira a seguir!

O que causa o hipotireoidismo?

Em sua grande maioria das vezes, o hipotireoidismo é causado por uma disfunção autoimune conhecida como Tireoidite de Hashimoto, fazendo com que seu organismo tenha dificuldades para produzir os hormônios de forma suficiente para o seu perfeito funcionamento.

Entretanto, há também a possibilidade de outras causas que vão desde vírus, bactérias e até mesmo histórico familiar, embora essas ainda sejam situações nebulosas para os cientistas.

Quais são seus principais sintomas?

Os sintomas da doença podem variar de cada organismo, podendo inclusive haver casos assintomáticos ou em que os sintomas se desenvolvem bem lentamente, dificultando o seu diagnóstico.

De toda forma, os sintomas mais comuns de hipotireoidismo são:

  • Ganho de peso inexplicável;
  • Fadiga;
  • Prisão de ventre;
  • Inchaço no rosto;
  • Sensibilidade ao frio;
  • Rouquidão;
  • Fraqueza muscular;
  • Alteração no colesterol (colesterol alto);
  • Dores, sensibilidade e rigidez nos músculos;
  • Queda de cabelo inexplicável;
  • Ritmo cardíaco lento;
  • Problemas de memória;
  • Depressão

Grupo de risco para hipotireoidismo

Qualquer pessoa está suscetível a desenvolver a doença, porém, há alguns fatores que são considerados de risco e aumentam a chance do descontrole da tireoide. São eles:

  • Ser mulher;
  • Ter 60 anos ou mais;
  • Ser portador(a) de alguma doença autoimune;
  • Ter histórico familiar de doença autoimune;
  • Fazer o uso de medicamentos que prejudicam a produção dos hormônios da tireoide;
  • Já ter realizado alguma cirurgia na tireoide;
  • Ter passado por sessões de radioterapia;
  • Estar grávida ou ter dado a luz em um período de 6 meses.

Como é feito o diagnóstico?

O diagnóstico em sua grande maioria das vezes ocorre através da queixa do paciente ao médico junto aos exames que comprovam se há ou não descontrole tireoidiano.

Portanto, se você possui um ou mais sintomas dessa lista, recomendamos que você procure um médico de sua confiança para averiguar o seu caso e constatar se há ou não a presença da doença.

Através do app Sarar você consegue localizar diversas especialidades médicas com segurança e preço acessível. Acesse o nosso site e veja mais sobre os nossos serviços!

Tratamentos para hipotireoidismo

O tratamento dessa doença pode variar de acordo com cada organismo e por isso é de extrema importância que você consulte um médico para que ele possa te avaliar. Mas, de toda forma, a sua grande maioria se consiste no uso diário de medicamentos que sintetizam a produção de hormônios.

E aí, conseguiu compreender do que se trata o hipotireoidismo? Caso tenha ficado com alguma dúvida referente a este assunto basta comentar aqui que nós te esclarecemos.

No mais, continue acompanhando o nosso blog para mais dicas de saúde e bem-estar. Te esperamos por aqui!